Cursos, eventos culturais e editora

CURSO DE FILOSOFIA

GRUPO DE ESTUDOS QABALAH

PALESTRAS

FILOSOFIA COM CRIANÇAS

INSCRIÇÃO LISTA DE ESPERA

Enviando formulário…

O servidor encontrou um erro.

Formulário recebido.

INTRODUÇÃO À FILOSOFIA

 

O Curso destina-se a pessoas interessadas em Filosofia como coroamento de outras atividades profissionais. Por isso destina-se aos profissionais do mais variados ramos do saber que tenham interesse em compreender os fundamentos das ciências particulares.

 

Os grupos tem entre 5 e 10 pessoas.

 

Enviando formulário…

O servidor encontrou um erro.

Formulário recebido.

Qabalah

 

Comecemos pela palavra e sua grafia. Podemos encontrar cabalah ou kabalah, todas tem sua história e motivos. Nossa opção foi pela transliteração do hebraico para o português, deixando de lado as tradições e os motivos de se escrever desse ou daquele jeito.

 

Nossa proposta de trabalho é o estudo e a relação dessa tradição espiritual com a filosofia, especialmente com o neoplatonismo. O que nos põe dois caminhos importantes a percorrer, sendo a Bíblia nos aspectos religiosos e donde a qabalah se referencia ou, por outro lado, a tradição filosófica antiga.

 

O foco do nosso trabalho é transferência de informações e técnicas de leituras de algumas obras fundamentais para o assunto. Pensamos que a prática qabalística, que em geral constitui a proposta de vários centros cabalista dos nossos dias,  encontra serias dificuldades dentro do contexto da atual vida urbana, pois implica em uma disposição específica de como levamos nossa vida no dia-a-dia. A prática da qabalah implica necessariamente em uma vida comunitária fraternal. Tema que poderá ser objeto posterior de um grupo de estudo, mas com autogoverno do próprio grupo formado a partir dos estudos de Qabalah.

 

 

Palestras

 

O Instituto Kora promove palestas de Filosofia abertas ao público. Para o primeiro semestre de 2015 não teremos. Estamos articulando algumas para o segundo semestre, que serão publicadas com antecedência nesse veículo de comunicação e nas redes sociais.

Dica de Leitura para adolescentes e jovens. O Livro "O Mundo de Sofia". Veja no site do editor

Ateliê de Filosofia com Crianças e Jovens

 

As oficinas de Filosofia tem dois objetivos:

 

1 - Organização da vida de estudos.

2- Propiciar discussões de temas filosóficos que auxilie as crianças e jovens a pensar suas questões como estudante.

 

Inscrições

 

 As oficinas funcionam com atendimento individual e em grupo.

 

 Após entrevista, podemos sugerir trabalho individual ou em grupo.

 

PARA INSCRIÇÃO: filosofia@institutokora.com.br

 

 

 

  PALESTRAS REALIZADAS

 

 

Prof. Dra. Astrid Sayegh - Razão e Intuição

Formação em Letras (Licenciatura e Tradutor/Intérprete), Mestrado e Doutorado em Filosofia Contemporânea pela Universidade de São Paulo.

 

Uma contribuição decisiva para entender como, em Bergson, a intuição pode ser o verdadeiro método filosófico. Não é raro encontrarmos interpretações do filósofo que acentuam um pretenso irracionalismo, decorrente da recusa dos procedimentos tradicionais de conhecimento, baseados na hegemonia do conceito e da formalização da realidade. O objetivo de Bergson não é inibir o conhecimento, mas ampliá-lo para além dos quadros que a tradição impôs. Este livro mostra que a totalidade dinâmica na qual de direito estamos inseridos e da qual estamos de fato afastados, só poderá ser recuperada se entendermos que precisão e rigor situam-se na experiência direta da temporalidade real e que o caráter intuitivo desse tipo de conhecimento é algo a que só podemos chegar por meio de um esforço metódico, que envolve a travessia de procedimentos que devem ser superados. O leitor encontrará os meios de compreender a relevância dessa transformação que exerceu grande influência na filosofia contemporânea.

 

Drª. Olgária Chain Feres Matos

Professora titular da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Antes disso foi professora titular de Teoria das Ciências Humanas da USP Universidade de São Paulo, aposentando-se em 2005. É estudiosa da Escola de Frankfurt.

 

 

Dr. Franklin Leopoldo e Silva

 Professor titular de História da Filosofia Moderna e Contemporânea da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

 

Myriam Habib

Psicanálista e Psicodramatista. Fundadora do Instituo kora.

 

 

Dr. Luiz Sérgio Repa

Professor Adjunto UFPR.

 

Drª. Rachel Gazolla de Andrade

 Professora títular PUC-SP.

Oficinas de de Filosofia com Crianças e Jovens

Enviando formulário…

O servidor encontrou um erro.

Formulário recebido.

 

INSCRIÇÕES

 

 Os critérios de formação dos grupo são dois: a) Idade e b) série escolar. Notamos no trabalho em grupo que os temas apresentados e trabalhados coincidem com os critérios de idade e série escolar. A dinâmica e a participação é efetiva quando levamos em consideração essa condição da criança e do jovem.

 

Quem pode participar?

 

Crianças que estejam no 5º ano (antiga 4ª série); até adolescentes na 3ª série do Ensino Médio

 

Taxa de 100 reais mensais.

 

O que é a Filosofia?

 

Prof. Me. Cídio Almeida*

 

Para explicar o que são as atividades de Filosofia com Crianças e Jovens precisamos, antes, explicitar o que é Filosofia, pois se tem várias compreensões do que seja Filosofia.

 

A palavra filosofia tem sido apresentada nos meios de comunicação de massa como “estilo de vida”. Alguém que tem uma Filosofia de Vida é aquele que difere dos demais, geralmente é associado a uma pessoa estranha.

 

Outra forma da Filosofia ser compreendida, mas ainda furtando-se do seu sentido de fato, advém dos cursos universitários, pois compõe o quadro das disciplinas básicas de quase todo curso superior uma matéria de Filosofia Geral, Lógica ou Ética. As lembranças que as pessoas tem dessa experiência com Filosofia são genéricas e imprecisas. Lembram apenas que era algo diferente, difícil e, por que não, chato.

 

Nos dois casos Filosofia não é apresentada de modo apropriado.  Existem várias formas de dizer sobre Filosofia, mas isso não quer dizer que ela seja qualquer coisa.

 

Vamos começar, para melhor explicar, pela história dessa “matéria”. Ela não é nova, como é comum os adolescentes pensarem quando entram em contato com ela no Ensino Médio, mas tem uma longa história. Aproximadamente 2500 anos de matéria.

 

Os filósofos ao longo dessa história produziram os mais diversos tipos de conhecimento, alguns inventos filosófico são muito famosos. Já na Grécia Clássica, século V a.C, para darmos alguns exemplos, Hipócrates é considerado “pai da medicina”; Aristóteles é o fundador da ciência e da lógica.

 

Em outras épocas da história, precisamente a moderna, temos René Descartes que elaborou o “plano cartesiano”, invento muito conhecido e divulgado pela matemática. Leibniz inventou o cálculo infinitesimal; Francis Bacon inventou método experimental das ciências modernas.

 

Podemos ainda enumerar as influências da Filosofia em práticas profissionais como a Psicologia e a Psicanálise. Freud, fundador da Psicanálise, tem profunda influência de vários filósofos, destacadamente de Schopenhauer e Nietzsche.

 

Como podemos notar é vasto o campo de atuação da Filosofia. O que implica uma atividade feita por várias pessoas, pois um único filósofo não daria conta de lidar com todas as implicações da Filosofia com as ciências. Ao longo de 3 a 4 anos um curso de graduação em Filosofia procura introduzir o indivíduo que escolhe essa profissão em todas essas temáticas.

 

 

:. Filosofia com Crianças e Jovens

 

O desafio de ensinar Filosofia para Crianças e Jovens consiste em conciliar a longa história  da matéria com as questões de quem acaba de chegar nesse mundo. Nesse sentido, a formulação “para” Crianças e Jovens, deve ser reformulada para “com” Crianças e Jovens, pois o objetivo de ofertar os conteúdos de Filosofia à Crianças e Jovens é antes de tudo a formação deles. Não se tem a intenção de produzir Filosofia no sentido mais amplo desse campo do saber humano. A intenção declarada das Oficinas é a formação de crianças e jovens.

 

A opção por “com” e não “para”, revela algo mais. Dentro da Filosofia se discute qual o melhor método de formação. Qual a melhor Filosofia Educacional para a formação da juventude. Nesse embate de longa data, optamos por um fazer filosófico que valorize a transformação. Transformar consiste em tomar o que há e trabalhá-lo até chagarmos em outro momento. O ponto de chegada é elaborado pelo grupo, o que aumenta a responsabilidade sobre si; sobre as opções que fazemos. Em termos de Oficina de Filosofia, temos a Criança ou Jovem com suas questões; seu ponto de partida, que geralmente estão localizadas na vida escolar e na convivência familiar.

 

As Oficinas de Filosofia, portanto, procuram pensar a organização da vida escolar dos participantes. Propõe uma série de temas levantados pelas crianças e pela experiência do Professor e que auxiliam a tomar consciência da vida; evitando uma vida alienada.

 

Um tema muito recorrente, a título de exemplificação, é a autoridade. O que é a autoridade? Quem é autoridade? Por que precisamos respeitar as autoridades? Quando uma autoridade é justa? Quando uma autoridade “perde” a autoridade? Outro tema que faz coro ao primeiro é a questão do trabalho. Afinal o que é trabalho? O que desejo ser quando crescer?

 

Na dinâmica das oficinas, notamos que os temas são melhores trabalhados quando optamos por recursos artísticos. Aliás, nas atividades de desenho, dramatização, entre outras, notamos que surgem mais questões. Permitindo com que sempre tomemos a criança e os jovens a nossa frente como ponto de partida do trabalho filosófico e não meras idéias ou idealizações do que são os educando.

Instituto Kora